Buscar notícia:
Principal   Seções   Campeonatos   CBJD   Colunas   Clubes   Vídeos   Institucional   Programação   Cadastre-se   Contato
 
COLUNA: BALEIA
Baleia


14/09/2018 - Sexta-Feira
Redenção
 


Quando terminou o GP de Monza a fanática torcida italiana sentia um gosto amargo ao ver que a Machina tinha conseguido apenas o segundo posto quando todos esperavam a vitória, pois seus pilotos ao inicio da etapa eram os ocupantes da primeira fila.

Sete dias. No final de semana seguinte aconteceu o que os tifoses esperam acontecer em Monza. O palco era Misano e a categoria era outra: a Moto GP. A marca italiana Ducati lavou a alma dos torcedores italianos e em dose dupla. Além da machina italiana vencer o piloto também foi um Italiano.

Dose dupla. Dovizioso e a Ducati levantar da grande a estima dos torcedores presentes. e ainda para completar nas duas outras categorias ( Moto 3 e Moto 2) pilotos italianos também venceram para a felicidade dos torcedores.

Tentativa. Os espanhóis: Marquez, Honda e Lorenzo, Ducati, bem que tentaram estragar a festa dos italianos. E ainda proporcionaram uma bela e limpa disputa pelo segundo posto e ainda nas voltas finais vinham rapidamente descontado a diferença que tinham de Dovi. E para sorte dos presentes Lorenzo foi ao chão. E Marquez se contentou com o segundo posto.

Infelicidade. Na Moto 2 vimos algo raro no mundo das duas rodas num campeonato mundial. Romano Fenati em plena reta meteu a mão esquerda no freio dianteiro da moto de Stephano Manzi. E tudo foi filmado. E depois dessa manobra a vida de Fenati virou um inferno.

Crucificação. No domingo mesmo Romano foi penalizado em duas etapas. Mas isso foi apenas o inicio dos problemas. Sua atual equipe o despediu na segunda feira e a equipe que ele iria correr ano que vem também cancelou o contrato que tinha com o italiano para a próxima temporada. A federação italiana de motociclismo suspendeu a licença de piloto e até o ministério Publico federal resolver intervir e assim Fenati vai responder por tentativa de assassinato e por fim a FIM cassou a licença do piloto. Restou ao piloto abandonar o esporte.

Silencio. Todos resolveram crucificar o piloto italiano. Porem ninguém comenta o que Manzi vinha fazendo com Fenati até o fático ato. Manzi chegou a jogar Fenati para fora da pista numa disputa de curva. A raiva de Manzi se baseava na contratação de Fenati para a próxima temporada pela equipe Forward, atual equipe de Manzi.

Fenati. Em declarações ao jornal La Reppublica, o piloto disse que abandonou o mundial. “Volto a trabalhar nas ferragens. Nunca mais competirei. Não é mais o meu mundo. Há demasiada injustiça. É verdade que errei, peço desculpa a todos. Querem ver o meu capacete e fato de competição? Há uma longa faixa negra: o pneu do Manzi. Ele atacou-me três vezes e também ele me poderia ter matado, como vocês dizem. Na volta anterior tinha feito 500 metros antes, e então eu pensei: agora faço o mesmo, mostro-te que posso ser ‘mau’ como tu. E talvez finalmente percebas o que significa. Mas nunca pensei em magoá-lo, juro”.

*Fenati estreou no mundial em 2012 na Moto 3 com uma moto da federação italiana de motociclismo (Teem Italia). Era uma moto branca e quase sem patrocinadores e tinha o numeral 5. Foi segundo na primeira corrida e ganhou a segunda na Espanha. O motociclismo perdeu uma estrela por causa de um gesto louco ou impensado. Acho que todos, imprensa, dirigentes, equipes exageraram demais com o piloto e com a pessoa dele.

Programação do GP de Cingapura

* 3º Treino - Sábado – 07:00hs– SporTv 2

* Classificação – Sab. – 09:00hs – SporTv 2

* Corrida – Domingo - 09:10hs – Globo

Ótimo final de semana.


 
 
   
 

Colunas
 
 
Coluna do BALEIA
 
#21- GP de Abu Dhabi-Ultimo ato
Veja todas as colunas deste colunista.
 
 
Coluna do BALEIA
 
Saideira aguada
Veja todas as colunas deste colunista.
 
 
Coluna do BALEIA
 
#20- GP |Brasil – o lado Nigel Mansell voltou
Veja todas as colunas deste colunista.