Buscar notícia:
Principal   Seções   Campeonatos   CBJD   Colunas   Clubes   Vídeos   Institucional   Programação   Cadastre-se   Contato
 
 
COLUNA: BALEIA
Baleia


03/08/2017 - Terça-Feira
#11- GP da Hungria – Um Paraiso Vermelho
 


    A etapa húngara salvou a equipe vermelha. Depois do humilhante GP Inglês a equipe renasceu no travado circuito de Hungaroring. Assim como em Mônaco as Ferraris comandaram o espetáculo no final de semana.

    Marcante. A etapa húngara mais uma vez foi uma corrida sem sal. Porem três fatos foram marcantes nessa edição de 2017. O primeiro foi a dobradinha da Ferrari. Em segundo poderíamos citar bonita atitude da equipe Mercedes, mandando Lewis devolver uma posição e também a manobra infeliz do Verstappen para cima do companheiro Ricciardo.

    Semelhança. Mônaco e Hungaroring são bem semelhantes há até que diga que o traçado húngaro é como um Mônaco sem os Guard Rails do lado. A cúpula da equipe italiana sabia que se tinha um lugar para eles reverter o jogo o lugar era a Budapeste.

   Anjo. Quando a sorte esta do seu lado nada o impede. Vettel passou a corrida inteira com problemas no volante de seu carro e não podia tirar tudo do carro e aí contou meio que a contragosto com a ajuda de Raikkönen para segurar o primeiro posto. Kimi após a etapa não demonstrava uma aparecia feliz.Por outro lado sua moral dentro da equipe cresceu muito. Os capôs vermelhos encheram o finlandês de elogios e até já falam em renovar o contrato de Ice Man.

  Inacreditável. Quando a cúpula da Mercedes ordenou Bottas a ceder sua posição, terceiro, para Lewis com a promessa de ter ela de volta se Hamilton não conseguisse ultrapassar os carros vermelhos, muitos caíram na risada, pois todos sabem o temperamento do inglês.

  Mas para espanto geral ele devolveu a posição na ultima curva e com o agravante de Verstappen estar muito próximo. A maioria no Paddock não acreditava no que via.

 Do bem. Posteriormente numa entrevista Hamilton declarou que achou certo devolver a posição mesmo que isso tenha lhe custado 3 pontos. E que esses três pontos podem fazer falta no final da temporada. Sendo já houve campeonato que foi decidido por meio ponto. Hamilton disse ainda que fazer as coisas certas é praticar o bem e quem pratica o bem sempre se da bem no final. Concordo com ele em gênero e numero.

*Porem essa atitude do bem pode significar no final do ano uma obrigação de Bottas para com o inglês. Ou seja, se Hamilton estiver melhor em pontos e precisando de uma mãozinha numa etapa final certamente ele será induzido pela equipe a devolver a gentileza.

Uma coisa é certa e todos sabem esse tipo de situação nunca aconteceria na Ferrari.

  Deixa disso. Max Verstappen aprontou de novo e desta feita justamente com seu companheiro de equipe, engraçado foi o comentário sarcástico do australiano após a batida “ Será que é quem eu estou pensando”.   

Essa bobeada do holandês acabou atrapalhando o desenvolvimento da etapa, pois se as duas Red Bull estivessem na disputa o espetáculo certamente seria outro. Max é um piloto agressivo e não mede esforços ou consequências para atingir seu objetivo.

Na primeira temporada dele vimos isso claramente. Porem ele vem se educando aos poucos e quando ele conseguir mesclar sua agressividade e arrojo com o celebro vai dar muito trabalho ao restante dos pilotos.

 Falha. O diretor de TV não viu direito a manobra de Alonso para cima de seu pupilo Sainz Jr. Alonso conseguiu uma ultrapassagem por fora num lugar quase impossível de ultrapassar. Fernando também conseguiu um ótimo sexto posto com sua carroça laranja. Aproveitou muito bem a condição do circuito e de seu equipamento para realizar este feito. O espanhol aproveitou a pintura debaixo do pódio e novamente sentou numa cadeira de praia roubando a cena no final das comemorações.

A F 1 vai descansar uns dias e a próxima etapa será em 27 de agosto.

Uma ótima semana!


 
 
   
 

Colunas
 
 
Coluna do BALEIA
 
#16- GP da Malásia – A segunda ninguém esquece.
Veja todas as colunas deste colunista.
 
 
Coluna do BALEIA
 
Despedindo de Sepang
Veja todas as colunas deste colunista.
 
 
Coluna do BALEIA
 
#14 – GP de Singapura – A noite do iluminado
Veja todas as colunas deste colunista.